Aprenda a usar as redes sociais para vender mais!

By InsideOut Marketing de Conteúdo Nenhum comentário em Aprenda a usar as redes sociais para vender mais!

Aprenda agora mesmo a usar as redes sociais para vender mais!

Um dos maiores desafios das equipes de vendas é gerar leads através das redes sociais. Isso acontece porque, com a internet, a quantidade de informação sendo produzida e reproduzida é imensa, fazendo com que mensagens de marketing que há alguns anos despertavam o interesse no público nem cheguem até ele.

Agora não basta fazer propaganda em massa, é preciso engajar. Isto significa fazer com que seus clientes e prospects cheguem até a sua empresa e se interessem pelo que ela tem a dizer. É aí que entra em cena a social media.

Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, Google+… Um mundo de possibilidades que podem ajudar você a gerar cada vez mais negócios. Interessado? Então descubra agora o que fazer para vender nas redes sociais!

O social selling — engajar para vender nas redes sociais

A internet tornou mais fácil ter acesso a milhões de clientes, independentemente do tamanho do seu negócio. Esta notícia é maravilhosa, só que muita gente pensa que “estar na internet” significa apenas ter um site e um endereço de e-mail.

Alguns até criam fan pages e perfis em redes sociais, mas que acabam ficando apenas como um registro, algo como um carimbo de presença na caderneta do colégio.

É aí que muitas empresas perdem oportunidades de negócios, porque marcar presença precisa ser algo muito mais dinâmico e interessante do que apenas estar lá, recebendo contatos.

Uma empresa pode vender nas redes sociais ao usá-las como um canal de interação e comunicação ativo: é o que chamamos de social selling.

Só que, para isso, é preciso saber como integrar essa cultura à estratégia de marketing e ao processo de venda.

É aí que entra em cena a jornada do cliente, uma ferramenta para entender o que sua marca precisa falar e como deve se comportar para atrair o clique e conquistar a confiança do cliente, levando-o a fechar negócio e se fidelizar.

As melhores práticas

A partir do momento em que uma marca descobre como o cliente pode chegar até ela, ou seja, qual a sua jornada de compra, fica mais fácil entender este caminho, além de seus potenciais e armadilhas. Veja a seguir alguns dos usos que se pode fazer das redes sociais:

Aproximação

Relacionar-se demanda tempo, atenção e cuidado. Nada é construído em pouco tempo. Por isso, é preciso ter uma forte estratégia de conteúdo.

É através do que uma marca diz de forma constante e consistente que se torna possível estabelecer junto ao target o verdadeiro domínio na sua área de atuação.

Iscas

Em alguns casos, as redes sociais podem ser usadas como um canal direto de vendas, mas nem sempre isto é possível (ou desejável). É possível usá-las como isca para um clique fora delas, como no blog de sua empresa, por exemplo.

Uma vez no seu site — e a partir do conteúdo certo—, o cliente pode chegar à loja virtual ou às informações para compra.

Atendimento

Para muitas pessoas, entrar em contato com uma empresa — mesmo com chats e emails — ainda é um processo lento e complicado. Afinal, quem tem uma necessidade ou desejo tem pressa em resolver a questão.

Usar as trocas de mensagens públicas e privadas nas redes sociais pode ser uma ótima forma de atendimento, seja para tirar dúvidas ou mesmo para trocar ideias sobre conteúdos, mercado, serviços e produtos.

Desta forma, é possível ter uma fonte inestimável de informações que vão ajudar a melhorar sua marca, bem como suas ações e estratégias.

Circulação

Outra forma de vender nas redes sociais é usar estes canais para fazer o conteúdo produzido (e, consequentemente, a marca) circular e atingir novas pessoas. A possibilidade de compartilhamento do link é uma forma maravilhosa para fazer com que outros possíveis leads conheçam e procurem mais informações sobre um serviço ou produto.

Um compartilhamento é valioso, porque é uma indicação de alguém na rede de contatos da pessoa, tornando-a automaticamente algo mais confiável e clicável.

Quem sabe essa mensagem não viraliza?

O importante na hora de se adotar estas práticas é prestar atenção a duas coisas: a escolha dos canais certos e o planejamento da sua estratégia.

A escolha das redes sociais certas

Uma coisa é certa na hora de vender nas redes sociais: é preciso escolher bem em quais apostar. As razões são simples. Em primeiro lugar, não adianta investir num perfil em um canal em que o público-alvo não está. Também fica bastante difícil (além de dispendioso) estar presente, de verdade, em todas.

É certo que o Facebook é um canal bastante popular e uma aposta quase certa. Mas é preciso se perguntar se os clientes e prospects usam essa rede para consumir. Será que vale estar presente?

Ou talvez eles usem essa rede apenas para uma função específica, que não se relaciona com compras? As mesmas perguntas podem ser aplicadas para o Instagram, Google+, Twitter, YouTube…

É lógico que muitas redes já descobriram seu potencial como canal de marketing e vendas, tendo inclusive áreas para anúncios e arquivos com dados importantes para empresas.

Elas indicam qual o perfil dos usuários e seus interesses, permitindo uma escolha acertada na hora de planejar a divisão do investimento para obter o máximo de retorno.

A pesquisa também deve ser feita junto ao perfil de consumidor, buscando direto na fonte seu comportamento nas mídias sociais. Afinal, nada melhor do que consultar o próprio alvo para saber a forma mais eficiente de chegar até ele.

O planejamento para alcançar (ótimos) resultados

Ao falarmos em vender, ampliar resultados, conquistar e engajar, devemos lembrar que isso tudo depende de um verbo fundamental para qualquer negócio: planejar.

Ações só funcionam com base em estratégias, e uma estratégia boa precisa de dados de mercado. Ou seja, tudo está conectado e precisa ser acompanhado para dar certo.

Mas também não adianta apenas sentar uma vez, planejar e executar. Comunicação e relacionamento precisam de avaliações constantes para ajustar os caminhos ao longo do processo.

Identificar os erros de uma ação pode ser o diferencial para o futuro, enquanto as informações recebidas viram combustível para a melhoria do conteúdo.

Não tenha medo de vender nas redes sociais! Este investimento certamente abrirá portas para conquistar e fidelizar sua clientela, só é preciso paciência e atenção.

E aí, gostou das nossas dicas? Nosso objetivo é sempre ajudar a sua empresa a conquistar o sucesso! Que tal receber mais conteúdo como esse no seu e-mail? Cadastre-se na nossa newsletter e descubra como vender mais usando a internet.

Deixe o seu Comentário
  • Share: