5 dicas para alavancar as vendas com o seu blog

By InsideOut Marketing Digital Nenhum comentário em 5 dicas para alavancar as vendas com o seu blog

Possuir presença online é fundamental para qualquer negócio. Porém, ter um site ou uma loja virtual não é sinônimo de conversão em vendas. Por isso, uma boa estratégia de marketing de conteúdo pode te ajudar a aumentar o tráfego para seu site e, consequentemente, sua conversão em vendas.

O blog pode ser um grande aliado da sua marca na geração de leads. Em tempos de informações em abundância, oferecer conteúdos úteis e de qualidade pode te colocar à frente de seus concorrentes nas ferramentas de busca, fazendo com que você se torne uma autoridade no assunto, além de atrair e criar relações com possíveis clientes.

Neste post, vamos mostrar quais as principais táticas para alavancar as vendas com o blog. Acompanhe:

1. Crie conteúdo relevante

Criar conteúdo para um blog não é simplesmente escrever sobre seu produto. Seu visitante precisa se interessar pelo tema que você está abordando, afinal, seu objetivo é atrair desconhecidos para convertê-los em clientes e divulgadores da sua marca, como mandam as práticas de Inbound Marketing e marketing de conteúdo.

Para isso, conheça seus possíveis consumidores e entregue o melhor conteúdo no momento ideal. Veja como fazer isso:

Defina suas personas

A definição de personas é um dos principais pontos no desenvolvimento de uma boa estratégia de marketing digital. Persona é a representação semi-fictícia do cliente ideal da sua empresa. Entenda quais são suas necessidades, seus hábitos de consumo, suas dificuldades e o que elas procuram.

Alinhe seu conteúdo ao funil de vendas

As personas podem estar em diferentes estágios do funil de vendas: topo, meio ou fundo. E cada etapa requer um tipo específico de conteúdo:

  • Topo do Funil: o consumidor ainda está identificando que possui um problema. Opte por temas educativos, com linguagem clara, que ajude nesse processo de descobrimento. É importante que você não fale do seu produto nesta etapa.
  • Meio do Funil: Agora, além de educar, é necessário mostrar soluções para o problema da persona, mas ainda sem falar diretamente sobre a sua empresa.
  • Fundo do funil: este é o momento de decisão e o consumidor começa a buscar e comparar qual o melhor produto ou serviço para solucionar seu problema. Mostre as vantagens oferecidas pela sua empresa.

2. Use calls to action

Você já sabe o que produzir para suas personas em cada estágio do funil de vendas, mas como fazê-las mudar de fase?

Seu leitor precisa ser guiado. Convide-o a realizar alguma ação em cada publicação — as chamadas calls-to-action (CTAs). Porém, saiba que cada etapa exige um tipo específico de call-to-action:

  • No topo, sugira, por exemplo, que ele leia um outro artigo sobre o tema, baixe um e-book ou assine a newsletter;
  • No meio, mantenha a oferta de conteúdos educativos, priorizando os mais elaborados. Afinal, ele já possui um conhecimento maior sobre o assunto;
  • Para o fundo do funil, quando o consumidor está pronto para se converter em cliente, opte por CTAs como pedidos de orçamento, teste grátis e direcionamentos para a página de compra.

Além de escolher o call-to-action ideal para a persona em cada momento do funil, você deve se preocupar também com seu formato (botões de ação, banners, links em textos, etc) e o local da página para utilizá-lo.

Direcione para uma landing page

Um bom CTA pode ser o direcionamento para uma landing page (página de conversões). Desenvolvidas exclusivamente com o intuito de fazer com que o consumidor realize a ação esperada, elas possuem poucas distrações aumentando assim sua conversão.

3. Desenvolva estratégias de e-mail marketing

Sua lista de e-mails é um dos bens mais valiosos para uma estratégia de marketing digital. Os visitantes do seu blog lhe forneceram, por vontade própria, uma maneira de contatá-los ao assinar sua newsletter. Tire proveito disso para vender ainda mais.

Crie uma estratégia de envios de e-mail marketing para gerar leads e convertê-los em clientes. Algumas dicas para implementar com sucesso essa estratégia são:

  • Personalize os e-mails;
  • Crie títulos atrativos;
  • Utilize CTAs;
  • Tenha um design responsivo.

Mas, assim como na criação de conteúdos e CTAs, o e-mail enviado para uma pessoa no topo do funil não pode ser o mesmo destinado aos consumidores no meio ou no fundo. Isso pode acabar resultando no cancelamento da assinatura da sua newsletter.

Para facilitar seu trabalho, invista em automação de marketing. Com ferramentas específicas, é possível segmentar automaticamente sua lista para a nutrição de leads e também reduzir o tempo gasto com a criação e distribuição de e-mails.

4. Tenha uma boa estratégia de SEO

Obter um bom ranqueamento no Google é o desejo de qualquer marca. Algumas até fazem grandes investimentos em anúncios pagos para estarem na primeira página da busca. Mas ficar bem posicionado nas pesquisas organicamente — ou seja, sem investimento — é possível.

Com uma boa estratégia de SEO, ferramenta essencial para obtenção de tráfego para seu blog, você pode conquistar um lugar de destaque nas buscas do Google. Para um bom ranqueamento é preciso:

  • Definição de palavra-chave: é o assunto de que você vai tratar. É por ela que o seu post ou página são encontrados quando um usuário realizar uma busca.
  • Title Tag (H1, H2, H3): crie uma hierarquia para seus textos. Não basta aumentar a fonte ou usar negrito. Use a Title Tag H1 para o título, e H2 e H3 para subtítulos.
  • Meta description: é o resumo do seu conteúdo em 150 caracteres. Ao escrevê-la, utilize a palavra-chave e seduza o leitor a acessar seu post.
  • URL amigável: evite URLs longas e sempre utilize a palavra-chave.
  • Imagens com alt text: o Google também lê imagens. Por isso, nomeie corretamente as que irá usar. Mais uma vez, priorize o uso da palavra-chave escolhida para a publicação.

5. Meça seus resultados

Não adianta só produzir conteúdo. Para saber se sua estratégia está dando certo, você precisa monitorar a performance do seu blog e medir seus resultados.

Primeiro, defina o que irá mensurar, já que cada estratégia tem métricas diferentes. No caso do blog, será o tráfego? Origem dessas visitas? Taxa de rejeição? Taxa de cliques? Engajamento? Aumento da taxa de conversão? Estipule também a periodicidade desse monitoramento (quinzenalmente, mensalmente, trimestralmente etc).

Com os resultados em mãos, fica mais fácil tomar decisões quanto à manutenção ou mudança da estratégia. Caso não obtenha os resultados esperados logo de cara, não desanime! Sempre existirão ações que terão melhores efeitos que outras.

Lembre-se: tão importante quanto ter um blog é mantê-lo atualizado. Crie uma agenda editorial, esteja sempre produzindo conteúdos e mantenha a periodicidade de suas publicações. A aplicação de uma estratégia de marketing de conteúdo exige tempo e dedicação, mas seus esforços serão recompensados.

Pronto! Agora é momento de colocar todas essas dicas em prática para começar a produzir conteúdo relevante, gerar leads, convertê-los em clientes e alavancar as vendas com o blog.

Gostou das nossas dicas? Quer saber mais sobre como aumentar suas vendas com o marketing digital? Assine nossa newsletter!

Deixe o seu Comentário
  • Share: