Você já ouviu falar sobre funil de marketing? Já experimentou acompanhar o funil da sua empresa? Se não, é interessante começar agora!

Tendo em vista os benefícios do Inboud Marketing, toda empresa deve estabelecer ações que vão além da propaganda e da atração do público-alvo, atuando em todos os estágios do funil, classificando e acompanhando a jornada dos visitantes até a compra. Portanto, a melhor estratégia não se trata apenas de vender, mas de criar relacionamentos.

O funil de marketing auxilia no andamento do seu ciclo de vendas, porque gera benefícios como:

  • otimização na gestão;
  • previsibilidade de resultados;
  • produtividade;
  • oportunidades de negócios com leads qualificados;
  • aperfeiçoamento na estratégia de captação de leads;
  • aperfeiçoamento do produto

Dessa maneira, o número de estágios em um funil pode variar de acordo com a empresa ou estratégia de marketing escolhida. Aqui, vamos nos aprofundar aos quatro principais estágios que usamos para acompanhar nosso ciclo de vendas.

1. Aquisição (Visitante)

Neste estágio, o visitante entra no site ou e-commerce da sua empresa, seja através de uma pesquisa no Google, pelas redes sociais ou por meio de um anúncio. Dessa forma, você ainda desconhece o que o motivou a entrar no seu site, ou que tipo de serviço/produto ele está procurando.

Por isso, é importante prender a atenção do visitante nesse primeiro contato, visto que você se empenhou para fazer com que ele chegasse até o seu site. Sendo assim, busque sempre atualizar seu conteúdo e disponibilizar uma plataforma de fácil navegação, a fim de estimular o retorno do visitante e até mesmo fazer com que ele se torne um lead.

Além disso, quando um bom conteúdo é oferecido, isso incentiva o compartilhamento de seus posts, ou seja, se um usuário gostou de um artigo postado em seu site, as chances dele recomendar a um amigo são grandes, fazendo com que a promoção de seu conteúdo seja cada vez maior.

2. Ativação (Lead)

Em segundo lugar, a ativação consiste em transformar visitantes em leads. Mas como assim? De forma resumida, um lead é alguém que forneceu suas informações de contato (nome, e-mail, telefone, etc) em troca de um conteúdo ou ferramenta de seu site.

Contudo, o que indica se sua estratégia de conversão está gerando bons resultados? Verifique a quantidade de perguntas no seu formulário de cadastro, veja se há questões que podem ser um pouco invasivas, como pedir um número de telefone ou CPF, ocasionando a desistência de um visitante nessa etapa. Faça testes e, se for necessário, reformule a abordagem para melhorar a taxa de adesão aos seus serviços.

Não se esqueça de examinar todas as etapas de um funil, inclusive a ativação de leads na sua plataforma, afinal, é um passo a frente para o último estágio: sua venda!

3. Retenção (Relacionamento)

Nesse momento, você alcançou leads engajados para o seu objetivo principal: fechamento de vendas. Por conseguinte, sua equipe deve se relacionar com eles para a próxima etapa de conversão, tornando-os seus clientes. Assim, conhecendo o histórico dos usuários, deve ser feita uma abordagem personalizada para cada um, como se fosse o início de uma amizade – você precisa conquistá-los.

Falando sobre relacionamento, o contato com um lead deve ser feito através de uma abordagem indireta. Como por exemplo, sendo um negócio de cursos online de Marketing Digital, a equipe de vendas pode oferecer 100% de desconto em um módulo do curso mais visitado pelo usuário (utilizando seu histórico de cadastro no site), afinal de contas, se a busca por um material específico é maior, é provável que ele tenha interesse em adquirir determinado serviço. Em vista disso, um empurrãozinho sempre ajuda e, nesse caso, oferecer uma “amostra grátis” pode incentivar a compra.

4. Receita (Cliente)

Por último, mas não menos importante, através do relacionamento o lead se transforma em cliente. Enfim, todo o esforço em cada estágio do funil sendo recompensado!

Mas não para por aí, a partir de agora é muito importante incentivar a retenção, de modo a aumentar a possibilidade de ser recomendado pelo produto ou serviço adquirido por cada cliente, ou até mesmo estimular o retorno dos mesmos, criando, assim, uma fidelização.

Nessa etapa, é essencial mensurar o grau de satisfação dos clientes, a quantidade de novos clientes e compras, além de considerar o número de vendas que estão sendo realizadas devido a recomendação dessas pessoas. Por isso, faça pesquisas, organize tabelas e calcule resultados para uma melhor experiência no seu funil de marketing.

E então, gostou das nossas dicas? Agora que você sabe como acompanhar um funil de marketing, lembre-se de examinar cada estágio e fazer melhorias constantes em seu negócio. Para saber mais sobre geração e nutrição de leads, leia nosso post sobre como melhorar o processo de vendas

Deixe o seu Comentário
  • Share: