Conheça os segredos do fluxo de nutrição

By InsideOut Inbound Marketing Nenhum comentário em Conheça os segredos do fluxo de nutrição

Conheça os segredos do fluxo de nutrição e aplique no seu negócio

Você acha que as empresas de sucesso que investem em marketing digital têm algum segredo escondido embaixo da manga para conseguir maior engajamento com seu público e vender mais?Bem, de certo modo, podemos dizer que sim. O segredo se chama fluxo de nutrição.

Sejamos sinceros: conseguir coletar um grande número de informações sobre os visitantes que entram em seu site pode ser muito simples.

O mundo está cheio de curiosos que não se importam em fornecer seus dados em troca de algum conteúdo esporádico, mas o difícil mesmo é fazer com que eles permaneçam fiéis à sua marca por muito tempo.

E, como bem sabemos, nem só de visitas vive um site. É necessário buscar meios capazes de gerar maior faturamento para o seu negócio.

Por isso, resolvemos expor todos os segredos sobre fluxo de nutrição de leads. Um dos assuntos que, até hoje, continua sendo a pedra no sapato de muita gente.

O que é e qual a importância do fluxo de nutrição?

Como dissemos anteriormente, pode até ser fácil conseguir levar um número enorme de visitantes até seu site, mas fazer com que eles comprem de você e se tornem clientes fiéis é outra história.

Dessa forma, torna-se essencial adquirir uma sólida compreensão do que é fluxo de nutrição e o quão suas práticas são importantes para consolidação de leads e aumento das vendas.

O fluxo de nutrição não é uma ferramenta poderosa somente pela sua capacidade de automatização de mensagens personalizadas.

Ela também é uma grande aliada da equipe de marketing, que pode utilizá-la como um parâmetro para analisar seus leads e verificar em que parte do processo de nutrição o cliente deixa de querer se relacionar com a sua empresa.

Sabemos que, quando uma pessoa chega até seu site, dificilmente ela comprará algo logo de cara. Ela fará um grande tour pelos sites dos seus concorrentes antes de tomar sua decisão.

Mas não podemos jogar nenhuma oportunidade fora. Quando esses visitantes entram em seu site, é preciso ter conteúdos interessantes que possam atraí-los e levá-los, aos poucos, pela jornada de compra.

Em síntese, podemos dizer, então, que fluxo de nutrição se refere a técnicas de marketing focadas no relacionamento entre empresa e cliente, com o objetivo de alimentação de leads com conteúdos relevantes e capazes de gerarem maiores conversões e vendas.

Quais são as melhores práticas de fluxo de nutrição?

Fazer o acompanhamento do fluxo de nutrição é muito importante, pois evita que uma excelente estratégia de marketing se torne apenas um monte de spam.

Por isso, conhecer as melhores práticas de fluxo de nutrição pode garantir que suas mensagens cheguem às pessoas certas, no momento certo.

Vamos dar uma olhada nessas práticas?

1. Tenha uma  equipe para trabalhar seu fluxo de nutrição

Tanto sua equipe de marketing quanto de vendas devem se responsabilizar e estar envolvidas na elaboração de melhores estratégias de fluxo de nutrição. É necessário que ambas busquem por abordagens mais eficientes para atrair seus clientes.

Geralmente, como é a equipe de vendas que está na linha de frente, ela tem melhores condições de perceber quais são os pontos de dor, necessidades e interesses do seu público.

Em contrapartida, a equipe de marketing pode receber essas informações da área de vendas e criar estratégias para melhorar o fluxo de nutrição do site.

2. Trabalhe na construção da sua buyer persona

Para criar conteúdos personalizados, é necessário conhecer bem o perfil das pessoas com as quais se relacionará. Por isso, é necessário definir antecipadamente quais pessoas serão o alvo de suas campanhas.

Uma buyer persona é uma figura semificcional do seu cliente ideal. Ela oferece várias informações importantes que possibilitam a realização de campanhas de e-mail marketing mais assertivas.

3. Desenvolva conteúdos exclusivos

Agora que você já sabe quem é sua buyer persona — o alvo de seu fluxo de nutrição —, é hora de pensar em uma comunicação mais direcionada, com conteúdos exclusivos e personalizados.

Conhecer sua persona lhe dá a vantagem de poder segmentar suas estratégias de marketing de conteúdo e evitar o desperdício de tempo e dinheiro com envios de e-mails para pessoas com perfis contrários aos das suas personas.

Outra observação importante é que, de acordo com algumas pesquisas, conteúdos defasados e desinteressantes podem ter uma taxa de rejeição de até 53%. O que não é uma coisa boa para quem está em busca de aumentar seu fluxo de nutrição, não é mesmo?

4. Busque entregar valores para as pessoas

Quando falamos em fluxo de nutrição, não estamos nos referindo a vendas propriamente ditas, mas sim de tentar levar algum valor para as pessoas.

Trata-se de educá-las e ajudá-las em suas necessidades, dando a elas a opção de escolha para uma tomada de decisão mais consciente em relação ao fechamento ou não de uma compra com a sua empresa.

5. Envie e-mails de textos simples

Muitas vezes, em algumas situações, o simples é o bastante. Não é necessário enviar e-mails enfadonhos ou rebuscados demais para seus leads. Se deseja realizar um fluxo de nutrição eficiente, aposte em textos simples e diretos. Assim, sua mensagem terá mais chance de ser considerada pelo seu cliente.

A ideia principal do fluxo de nutrição é educar o lead. Dessa forma, o menos, às vezes, é mais. Foque em conteúdos mais informativos e úteis e, principalmente, fáceis de serem compartilhados.

6. Tenha sincronia no envio de suas mensagens

É muito importante que haja sincronia no envio de e-mails para seus leads. Isso não quer dizer que você deva seguir sempre o mesmo padrão e prazo de envio, pois isso vai depender do seu programa de nutrição e do objetivo de cada campanha.

Seja estratégico e planeje o tempo certo para o envio de mensagens. Isso evitará que o cliente perca o interesse e deixe de se engajar com sua empresa.

7. Otimize seu funil de vendas para melhorar seu fluxo de nutrição

Uma das ações de marketing digital mais importantes para o fluxo de nutrição chama-se funil de vendas. Por isso, é fundamental otimizá-lo com a oferta de conteúdos de acordo com a jornada de compra.

O funil compreende 3 etapas, a saber:

  1. Entrada do funil: fase de descoberta e interesse. Nesta etapa, pode-se trabalhar conteúdos de atração em blogs ou redes sociais, por exemplo.
  2. Meio do funil: fase de consideração e intenção. Os conteúdos mais eficientes para essa etapa podem ser entregues, principalmente, em forma de whitepapers ou infográficos.
  3. Fundo do funil: avaliação e compra. Os materiais mais interessantes nessa fase do funil são aqueles com abordagens mais comerciais sobre os seus produtos e serviços, ou mesmo estudos de casos ou pesquisas de mercado.

Quando contratar uma agência especializada para fazer seu fluxo de nutrição?

Otimizar uma estratégia de fluxo de nutrição é um processo que exige muito trabalho e dedicação. Se sua empresa não tem pessoas com conhecimento suficiente para fazer esse trabalho, o ideal é, realmente, contratar uma agência que possa executar essa tarefa de maneira organizada e eficiente. Teste e verá logo os resultados!

Veja neste artigo como automatizar o marketing da sua empresa e os seus benefícios.

Gostou do nosso conteúdo? Então que tal nos seguir nas redes sociais? Temos muitos bons conteúdos para oferecer a você no Facebook, no YouTube e no Instagram.

Deixe o seu Comentário
  • Share: