5 passos para criar uma persona para o seu negócio digital

By InsideOut Inbound Marketing Nenhum comentário em 5 passos para criar uma persona para o seu negócio digital

5 passos para criar uma persona para o seu negócio digital

Você sabe como criar uma persona? Por meio do marketing digital é possível obter uma segmentação mais precisa na sua comunicação com os clientes. Isso acontece por conta da própria dinâmica que a internet oferece.

Sabendo usá-la, sua empresa consegue se comunicar de maneira direta com as pessoas e assim aumentar suas possibilidades de vendas.

Dentro desse cenário, não basta apenas trabalhar com o conceito de público-alvo. É preciso ir além e definir a persona, uma representação ainda mais específica do seu cliente ideal.

Quer saber mais sobre isso e como é possível criar uma persona? Então confira o post!

O que é uma persona?

A persona é o consumidor ideal da sua empresa. É por isso que ela só pode ser criada com base em dados reais de seus clientes e potenciais clientes. Além das questões como comportamento e características demográficas, é fundamental levar em conta elementos mais pessoais, como história de vida, objetivos e preocupações.

É importante diferenciar o conceito do que é a persona, do que é o público-alvo. Aqui, vale lembrar que a primeira é algo mais profundo.

Por exemplo, sua empresa pode se comunicar com homens solteiros, com mais de 30 anos e que pensam em abrir um negócio próprio. Esse é o seu público-alvo. Ao mesmo tempo, você pode se concentrar em criar mensagens para o André, de 32 anos, funcionário público que pretende abrir um e-commerce.

Viu como são duas coisas diferentes?

Como criar uma persona?

Para ter resultados em ambiente online, é preciso criar a mensagem certa para a pessoa que precisa dos benefícios que você oferece. Somente com o público-alvo, você não segmenta a sua comunicação e acaba perdendo espaço num meio em que todos os caminhos apontam para um direcionamento mais preciso da mensagem.

O ambiente online exige, de quem se propõe a trabalhar com comunicação, uma ação mais eficiente para reter sua audiência.

Assim, é preciso pensar em ações como:

  • a determinação de um conteúdo útil para a audiência;
  • a definição de um estilo próprio e o tom mais adequado para passar a mensagem;
  • o uso de estratégias de marketing focadas em um determinado público;
  • a definição de tópicos sobre os quais o conteúdo será direcionado;
  • o entendimento sobre os lugares em que os clientes em potencial buscam suas informações;
  • as formas como os clientes em potencial pretendem consumir essas informações.

É o uso da persona que permite o aperfeiçoamento dessas ações, gerando melhores resultados para a sua comunicação.

Por isso, aprenda agora mesmo a criar a sua persona com 5 dicas simples e comece a trabalhar com ela.

1. Questione seu público-alvo

A criação da Buyer Persona (cliente ideal) depende da qualidade da pesquisa que você fará com o seu público-alvo. Isso envolve reunir dados de potenciais clientes para que, a partir deles, você possa determinar um perfil exato para a sua personagem. O ideal é que as questões estejam relacionadas a temas gerais como:

  • idade;
  • origem;
  • estado civil;
  • ocupação.

Consequentemente, você pode se concentrar em variáveis desses temas que sejam pertinentes para que você conheça melhor essas pessoas, compreendendo quais são seus objetivos, seus valores e motivações.

Tenha sempre em mente o que pode ser pertinente em função da venda do produto ou serviço que você pretende divulgar.

2. Cruze os dados com os de seus clientes atuais para encontrar um padrão

Evite simplesmente fazer perguntas para clientes e potenciais clientes. O ideal é que seus clientes entrem num segundo momento dentro do processo. Como? Use os dados obtidos e confronte-os com as informações que possui sobre seus atuais consumidores.

Com algumas perguntas realizadas na pesquisa e outras adaptadas, a tendência é que você consiga identificar um padrão de resposta, ou até mesmo mais de um. Isso é importante: é preciso que exista compatibilidade entre os dois grupos para que a persona criada seja adequada aos seus interesses.

Quando você faz as perguntas corretas, tende a encontrar um padrão com maior facilidade.

3. Comece a dar vida à sua representação

Uma vez que você dispõe do volume de dados necessário, é preciso colocar as informações no papel e criar a sua persona. A ideia, aqui, é transformá-la numa personagem, com nome, idade, profissão e até mesmo uma breve descrição sobre seu perfil e quais meios de comunicação ela usa, para que toda a comunicação a ser desenvolvida atenda a seus interesses.

Encontre características comuns entre as pessoas entrevistadas e concentre-se em identificar aquilo que as une em função de um conteúdo a ser criado. A partir disso, você consegue ir mais além e determinar, por exemplo, o que é preciso desenvolver para conduzir essas pessoas ao longo da jornada do cliente.

Você pode criar mais de uma persona, desde que tenha condições de trabalhar com estratégias para cada uma delas.

4. Alinhe sua persona de acordo com a jornada de compras

Crie sua persona primeiro, para depois adequar a oferta do produto em função dos desejos desse público. É dessa forma que você criará o encantamento necessário para a sua venda.

Com o cliente ideal definido, você pode estruturar a maneira mais adequada de se comunicar com ele. Nesse caso, é necessário desenvolver uma estratégia de relacionamento para a jornada de compra do cliente. Mas não se preocupe: sabendo com quem se comunicar, você verá que o processo se tornará muito simples.

Desenvolva conteúdos de acordo com a etapa em que a persona se encontra e busque conduzi-la à etapa seguinte.

5. Trabalhe a partir de dados reais

Achismos não têm espaço na busca pela persona, entretanto, eles são muito comuns. Por isso, pense que você precisa trabalhar com dados reais. Como você conseguirá se comunicar com o seu cliente ideal sem saber o que ele realmente pensa?

Apesar de a persona se diferenciar do público-alvo justamente por ser mais específica, é preciso cuidado para não perder o foco. Concentre-se apenas no que pode ser útil para que a sua empresa consiga resolver os problemas desse cliente ideal.

Gostou de aprender sobre a persona? Quer mais dicas? Então não deixe de assinar nossa newsletter para saber mais sobre marketing digital!

Deixe o seu Comentário
  • Share: